terça-feira, 29 de março de 2011

2010 - Não Me Abandone Jamais (Never Let Me Go)

Sinopse: Kathy (Carey Mulligan), Ruth (Keira Knightley) e Tommy (Andrew Garfield) são amigos desde a infância e cresceram num ambiente que consideravam idílico. Quando entram na idade adulta, têm de lidar com o amor que os envolve, os desafios do futuro e o que há de obscuro em seu passado.

Diretor: Mark Romanek
Roteiro: Alex Garland (roteiro), Kazuo Ichiguro (romance)
Gênero: Drama
Origem: Escócia/Inglaterra
Duração: 103 minutos

Elenco:

Carey Mulligan (Kathy)
Keira Knightley (Ruth)
Andrew Garfield (Tommy)
Charlotte Rampling (Senhorita Emily)
Sally Hawkins (Senhorita Lucy)
Izzi Meikle-Small (Jovem Kathy)
Ella Purnell (Jovem Ruth)
Hannah Sharp (Amanda)
Kate Bowes Renna (Senhorita Geraldine)
Charlie Rowe (Jovem Tommy)
Oliver Parsons (Arthur)
Cristina Carrafiell (Laurs)
Luke Bryant (David)


Comentário:

"Será que somos todos muito diferentes e que uns são mais dignos que os outros? Lindo filme, simplesmente lindo."

Como uma espécie de ficção científica romântica ambientada em um passado futurista, Não Me Abandone Jamais envolve o telespectador em um triângulo amoroso com os personagens principais, emocionando-o a cada descoberta do filme.

Ambientado na Inglaterra no ano de 1952, o filme conta a história de duas amigas e um menino que é excluído pelo internato onde eles vivem. Kathy, doce e gentil, começa a se apaixonar por Tommy, atrapalhado e excluído, enquanto Ruth, inteligente e sagaz, caçoa do pobre coitado. Por um motivo de orgulho, Ruth, sabendo da paixão da pequena Kathy por Tommy, acaba por se envolver com o garoto.

Durante uma aula no internato Hailsham, os garotos descobrem o porquê o colégio apresenta-se muito rigoroso, contando histórias cruéis de crianças que fugiram do colégio e o porquê existem tantas regras e tantos cuidados. Por intermédio da professora Lucy, é revelado aos alunos que o único motivo pelo qual eles foram concebidos, é porque eles serão doadores de órgãos de seus clones. Com a nova descoberta, começam novas perguntas e procuras. Será que é válida a vida sabendo-se que se tem tão pouco tempo? Quanto tempo viveremos? Há outras possibilidades além da doação de órgãos? São os clones, pessoas desalmadas? São os clones, indignos de viver uma vida feliz?

Romanek abre um leque de duvidas que são impossíveis de responder, somente com o passar do tempo é que se percebe o quanto é importante a valorização do caráter dos personagens. Eles são submetidos ao um olhar critico do telespectador, que por sua vez, deve concordar ou discordar da escolha de clonar pessoas com o intuito de doar seus órgãos.

O romance, escrito por Ichiguro e roteirizado por Garland, traz a tona uma questão social, religiosa e científica, um mito que é difícil de resolver, porém é mostrado de forma teatral, quase shakespeariana, com diálogos bem desenvolvidos e nem um pouco cansativos, muito pelo contrário, a cada palavra uma nova descoberta, a cada descoberta um novo sentimento e a cada sentimento uma nova excitação.

A fotografia mais cinza, mais pesada, ajuda a dar um ar mais duvidoso ao filme, intensificando, assim, as perguntas apresentadas aos personagens e aos telespectadores, porém é essa mesma fotografia que eleva o nível dramático do filme, pois ela atua como um meio de absorver as expectativas dos personagens, elevando suas preocupações sobre a vida que lhes restam.

As atuações, principalmente a atuação de Mulligan, elevaram o nível o filme ao nível máximo de beleza. Mulligan ajuda a criar um ar apreensivo ao filme, pois ela é a única que consegue transpor a verdadeira preocupação de não poder viver uma vida feliz, sabendo que a qualquer momento pode receber uma chamada para que doe seus órgãos. Knightley consegue entregar uma bela atuação, porém é ofuscada pela brilhante atuação de Garfield, que se mostra superior ao seu mais recente trabalho A Rede Social. Entretanto, Knightley e Garfield não são capazes de superar a magnífica e ingênua atuação de Mulligan.

Um tanto quanto fictício e eu tanto quanto real, o filme surpreende com intensa beleza e ingenuidade que é impossível passar despercebido. Simplesmente lindo.

Nota: 9.0

segunda-feira, 28 de março de 2011

2010 – Cópia Fiel (Copie Conforme)

Sinopse: O escritor de meia-idade James Miller (William Shimell) vai à Itália para promover uma palestra e receber um prêmio pelo seu mais recente livro, Copia Conforme. Na viagem, ele conhece uma misteriosa mulher (Juliette Binoche). Juntos, eles viajam pela região da Toscana e começa a se descobrir (ou redescobrir?). O original é melhor que a cópia? Qual a diferença deste casal para outros juntos há anos?

Diretor: Abbas Kiarostami
Roteiro: Abbas Kiarostami
Gênero: Drama
Origem: França/Itália/Irã
Duração: 106 minutos

Elenco

Juliette Binoche (Elle)
William Shimell (James Miller)
Agathe Nathanson (Mulher da Praça)
Andrea Laurenzi (Guia)
Jean-Claude Carrière (Homem da Praça)
Adrian Moore (Filho)
Angelo Barbagallo (Tradutor)


Prêmios e Indicações:

Cannes: Vencedor na categoria Melhor Atriz (Juliette Binoche)

Comentário:

"A beleza retratada na simplicidade de um filme. Simplesmente uma poesia cinematográfica."

Seria o original realmente melhor que a cópia? O que é mais prestigiado a cópia ou o original? O que vale mais? Qual é mais bonito? Essas são perguntas que permanecem durante todo o filme e fazem com que pensemos se realmente aquilo que sempre consideramos como o melhor, é realmente o original ou é apenas uma cópia bem feita.

A história se passa na Itália, mais precisamente em Toscana, onde Elle (Juliette Binoche) está assistindo ao lançamento do livro Copie Conforme, do autor James Miller (William Shimell), onde ela se mostra mais interessada no autor do livro e seu conhecimento, do que no próprio livro.

Elle marca um encontro com James e eles se encontram em sua pequena loja de “cópias autênticas” de obras de arte. James mostra-se um tanto quanto indiferente ao acervo de Elle. Ela, por sua vez, leva-o para um vilarejo onde tenta convencê-lo da relevância da cópia, mostrando a ele uma pintura que era considerada por todos como a original e depois de muito tempo foi descoberto que era apenas uma cópia. Uma cópia que foi idolatrada por famílias reais durante muitos anos.

Elle e James passam todo o filme conversando, discutindo e debatendo sobre o que tem maior valor, algo original ou a cópia que, bem vista, pode ter o mesmo valor que a original. A vida poderia ser dividida em cópia e original? Poderia haver um momento onde tudo o que se acredita passasse a ser apenas uma cópia de algo que já existia? E é durante uma parada em um café que Elle chega a misturar a originalidade da vida real com a cópia da vida fictícia, e James como resposta entra na história de Elle, fazendo com que o telespectador já não consiga distinguir o que é real e o que é fictício na vida dos personagens.

É perceptível certa semelhança com os filmes Antes do Amanhecer (1995) e Antes do Pôr-do-Sol (2004), em sua maneira de dirigir e desenvolver o roteiro, existindo, praticamente, apenas dois personagens e como suas vidas tomam um curso concreto e semelhante.

O jogo de palavras, as poesias citadas em forma de conversas cotidianas, a inteligência e a destreza com que as palavras soam aos ouvidos de quem presta atenção, elevam o nível de um dos filmes mais belos de todos os tempos.

Binoche se envolve e apresenta uma Elle vívida, crua, nua e transparente, suas falas, seu modo de interpretar uma cidadã francesa que mora na Itália e que é amante das obras de arte, uma cidadã simples, porém com um amplo conhecimento. Suas expressões, seus gestos, todas suas farsas, seus truques, tudo isso nos transporta ao pequeno vilarejo onde toda a história se passa.

Abbas Kiarostami, leva ao telespectador a dúvida, porém não apresenta a resposta, em conseqüência deixa que o próprio telespectador descubra a última peça do quebra-cabeça que é o filme.

Kiarostami eleva, assim, o poder do cinema iraniano, desenvolvendo um filme simples, porém com grande conteúdo e deixa a seguinte pergunta ao telespectador: “O que você prefere o original ou a cópia?”. Ele não sente a necessidade de transpor na tela sua opinião, apenas alimentar um debate que, por muito tempo, foi errôneo e esquecido.

Nota: 10

sexta-feira, 25 de março de 2011

Estreias da Semana (25/03)

Atividade Paranormal em Tóquio
(Paranômaru akutibiti: Dai-2-shô - Tokyo Night)

Sinopse: Em uma visita a San Diego, EUA, para intercâmbio, um estudante encarna a presença sobrenatural e acaba levando o terror para Tóquio. Na capital japonesa, depois de um acidente de carro que abalou sua família e colocou um dos seus irmãos na cadeira de rodas, o jovem estudante é acusado de ter mudado a posição das acomodações do irmão. Ele, então, sugere a instalação de câmeras para provar sua inocência. Ao assistir ao vídeo gravado, o choque dos acontecimentos abala a família.






Feliz que Minha Mãe Esteja Viva
(Je suis heureux que ma mère soit vivante)

Sinopse: Quando adolescente, Julie (Sophie Cattani) abandonou seus dois filhos, um de quatro anos e o outro ainda bebê. Adotados por um casal, o irmão mais novo cresceu sem crises existenciais, mas Thomas (Vincent Rottiers) sempre quis conhecer suas origens. A raiva que o abandono causou em Thomas, começa a se manifestar na sua pré-adolescência. Aos 20 anos, Thomas encontra a mãe biológica e, na tentativa de ocupar o hiato da relação entre os dois, força um envolvimento e intimidade não convencional entre mãe e filho.





O Retrato de Dorian Gray
(Dorian Gray)

Sinopse: Um jovem. Um artista apaixonado. Um Senhor corruptível. Um acordo com o Diabo. Tudo escuro pinta um retrato de uma Londres vitoriana e como o partido rico e famoso em sua conta e risco. Aqui, a contar do tempo e da sua consequência da experiência de tesouros da vida tem seus efeitos sobre o corpo, mente e alma. O conto sombrio do assombro e do poder, a ganância, a vaidade e auto-destruição é inevitável sempre presente entre o engano, casas de ópio e do pecado.







Sem Limites
(Limitless)

Sinopse: Há anos o escritor Eddie Morra (Bradley Cooper) esta sofrendo um bloqueio criativo. Quando um velho amigo lhe apresenta um remédio revolucionário sua vida muda instantaneamente. Com o remédio Eddie passa a usar 100% do seu cérebro. Ele consegue lembrar de tudo que já leu, ouviu ou viu em toda sua vida. Aprende línguas, faz cálculos, consegue ler e escrever muito rapidamente. Porém para que tudo isto ocorra ele precisa tomar o remédio todo dia. Em poucas semanas Eddie vira o rei de Wall Street chamando a atenção do mega empresário Carl Van Loon (Robert De Niro) que o contrata para fechar um dos maiores negócios da história. Tendo se tornado uma pessoa perfeita ele agora passará a viver sem limites.


Sucker Punch – Mundo Surreal
(Sucker Punch)

Sinopse: Sucker Punch é uma fantasia épica de ação que nos apresenta à imaginação fértil de uma jovem garota, cujos sonhos são a única saída para sua difícil realidade em um hospício. Desligada dos limites de tempo e espaço, ela está livre para ir onde sua mente levar, porém, chega o momento em que suas incríveis aventuras quebram o limite entre o real e o imaginário, trazendo consequências trágicas.









VIPs
(VIPs)

Sinopse: Marcelo (Wagner Moura) não consegue conviver com sua própria identidade, o que faz com que assuma a dos outros. Isto faz com que passe a ter diversos nomes, nos mais variados meios, onde aplica seguidos golpes. Um dos mais conhecidos é quando finge ser Henrique Constantino, filho do dono de uma empresa de aviação, durante um Carnaval em Recife.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Estreia de 'Lanterna Verde' no Brasil é adiada

Por meio de comunicado oficial, a Warner Bros., empresa que distribui o filme Lanterna Verde, informou que a data de lançamento do longa no Brasil foi alterada de 17 de julho para 19 de agosto, quase dois meses de diferença em relação ao lançamento do filme nos Estados Unidos.

A empresa não explicou as razões por trás da decisão que certamente frustra os fãs do super-herói. Lanterna Verde é estrelado por Ryan Reynolds no papel do personagem criado nas histórias em quadrinhos; a direção é de Martin Campbell e no elenco ainda estão Blake Lively, Peter Sarsgaard, Mark Strong, Angela Basset e Tim Robbins. 

Fonte: www.cineplayers.com

Veja o novo cartaz de 'Carros 2'

Foi divulgado um novo cartaz de Carros 2, animação dirigida por Brad Lewis, cuja estreia esta prevista para 24 de junho de 2011.

Nesse segundo filme Relâmpago McQueen e seu amigo Mate participam de uma nova competição ao redor do mundo.

A dublagem americana conta com as vozes de Owen Wilson (Relâmpago McQueen), Michael Keaton (Chick Hicks), Michael Caine (Finn McMissile) e Bonnie Hunt (Sally Carrera).


Fonte: www.cineplayers.com

11-11-11 aborda crença em significado do número

Escrito e dirigido por Darren Lynn Bousman, responsável por Jogos Mortais 23 e 411-11-11 gira em torno da crença de que o número 11 possui um significado oculto e representa uma entidade tentando se comunicar.

Na trama, depois da trágica morte de sua esposa e filho, o escritor Joseph Crone viaja até a Espanha para rever seu irmão e seu pai. Não tarda para que ele comece a ter encontros sombrios, acompanhados pelo avistamento do número 11. A curiosidade logo vira obsessão e Joseph descobre que 11/11/11 não é apenas uma data, mas um aviso.

No elenco estão Timothy Gibbs, Michael Landes, Wendy Glenn, Lluis Soler, Ángela Rosal, Brendan Price, Salomé Jimenez, Benjamin Cook e Montse Alcoverro.

Apesar do triplo 11 no titulo, a data de estreia nos EUA está agendada para 10 de novembro de 2011. 

Fonte: www.cineplayers.com

Morre Elizabeth Taylor

Uma das maiores atrizes de Hollywood, Elizabeth Taylor, morreu nesta quarta-feira (23) aos 79 anos, vítima de uma insuficiência cardíaca. Taylor, como foi divulgado à imprensa, estava internada fazia dois meses e teve uma morte tranquila.

Liz Taylor, como era carinhosamente chamada, estrelou em clássicos como Quem Tem Medo de Virgínia Woolf? (1966) e Cleópatra (1963). Taylor, ao longo de sua carreira, recebeu dois Oscars, um em 1960 por Disque Butterfield 8 e outro em 1966 por Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?. Seu último filme foi Os Flintstones de 1994.

De beleza estonteante, Taylor logo foi considerada símbolo sexual de Hollywood e ficou marcada como a moça de olhar violeta, devido ao seus olhos de cor azul-violeta.

Taylor já havia tido complicações de saúde antigamente e em 1997 fez uma cirurgia para retirar um tumor no cérebro. Além de ter tido problemas com o vício em drogas e álcool e sofrer de bronquite e escoliose.

Acima de tudo isso, o que fica marcado mesmo é sua brilhante trajetória pelo grande universo da sétima arte.

sábado, 19 de março de 2011

Estreias da Semana (18/03)

Animais Unidos Jamais Serão Vencidos
(Konferenz der Tiere)

Sinopse: Um grupo de animais decide sair da região onde vivem, na África, já que estão ameaçados pela seca. Chegando ao novo lar, eles se deparam com a intervenção humana na natureza: o dono de um hotel de luxo construiu uma represa e os animais continuarão sem água no lugar que prometia ser o paraíso. Os bichos resolvem, então, realizar uma conferência paralela ao que está sendo feito entre os políticos e vão discutir o assunto.








Assassino a Preço Fixo
(The Mechanic)

Sinopse: Arthur Bishop (Jason Statham) é um "mecânico" - um assassino de elite com um código restrito e um talento único para eliminar alvos. Quando o seu mentor e amigo Harry (Donald Sutherland) é assassinado, Bishop define sua próxima missão - matar aqueles responsáveis pela morte de Harry. Tudo se complica quando o filho de Harry, Steve (Ben Foster), se aproxima com o mesmo desejo de vingança e disposto a aprender as técnicas de Bishop. O problema é que Bishop sempre agiu sozinho. Enquanto uma aliança mortal nasce, Bishop terá que enfrentar traições e decepções enquanto aqueles que foram contratados para resolver o problema se tornam, na verdade, o próprio problema.


Cópia Fiel
(Copie conforme)

Sinopse: O escritor de meia-idade James Miller (William Shimell) vai à Itália para promover uma palestra e receber um prêmio pelo seu mais recente livro, Copia Conforme. Na viagem, ele conhece uma misteriosa mulher (Juliette Binoche). Juntos, eles viajam pela região da Toscana e começa a se descobrir (ou redescobrir?). O original é melhor que a cópia? Qual a diferença deste casal para outros juntos há anos?








Invasão do Mundo – Batalha de Los Angeles
(Battle: Los Angeles)

Sinopse: Durante anos, foram registrados vários casos de aparições OVNIs em diferentes lugares no mundo - Buenos Aires, Seul, França, Alemanha, China. Mas em 2011, o que eram apenas aparições vão agora se tornar uma assustadora realidade onde a Terra é atacada por forças desconhecidas. Enquanto as pessoas em todos os lugares assistem às grandes cidades do mundo caírem, Los Angeles se torna o último posto para a humanidade numa batalha inesperada. É então que um sargento da Marinha (Aaron Eckhart) e seu novo pelotão desenham um novo destino na areia enquanto combatem um inimigo como nunca haviam visto antes.




Jogo de Poder
(Fair Game)

Sinopse: A identidade secreta da agente da CIA Valerie Plame (Naomi Watts) é revelada por oficiais da Casa Branca após seu marido, Joseph Wilson (Sean Penn), ter escrito no The New York Times, em 2003, sobre a acusação do governo Bush de que o Iraque possuía armas de destruição em massa era uma mera desculpa.











Não Me Abandone Jamais
(Never Let Me Go)

Sinopse: Kathy (Carey Mullingan), Ruth (Keira Knightley) e Tommy (Andrew Garfield) são amigos desde a infância e cresceram num ambiente que consideravam idílico. Quando entram na idade adulta, têm de lidar com o amor que os envolve, os desafios do futuro e o que há de obscuro em seu passado.











O Sequestro de um Heroi
(Rapt)

Sinopse: Stanislas Graff (Yvan Attal), um rico industrial, é sequestrado. Durante sua degradação física e mental no cativeiro, os sequestradores, polícia e o corpo diretivo da empresa que ele comanda discutem o resgate no valor de 50 milhões de euros.












Sexo Sem Compromisso
(No Strings Attached)

Sinopse: Os amigos de longa data Emma (Natalie Portman) e Adam (Ashton Kutcher) quase estragam a amizade quando transam em um manhã. Para protegerem a relação, eles fazem um pacto para manter seu relacionamento estritamente "sem qualquer compromisso", ou seja, sem ciúmes, esperanças, brigas, flores e apelidos fofinhos. Mas eles se questionam: será possível transar sem que o amor atrapalhe? A amizade deles irá sobreviver?

quinta-feira, 17 de março de 2011

Darren Aronofsky deixa ‘The Wolverine’

Darren Aronofsky anunciou nesta quinta-feira (17) que está fora de The Wolverine, novo filme da saga estrelada por Hugh Jackman com o super-heroi mais querido entre os clássicos personagens dos quadrinhos de X-Men.

No comunicado oficial enviado à imprensa, Aronofsky diz: "Quando conversei mais sobre o filme com meus colaboradores na Fox, ficou claro que a produção de 'The Wolverine' me deixaria fora do país por quase um ano. Eu não estava confortável em ficar longe da minha família por esse período de tempo. Estou triste por não poder concluir o projeto, pois é um roteiro incrível e eu estava muito ansioso para trabalhar com meu amigo Hugh Jackman novamente".

Recém divorciado da atriz Rachel Weisz, com quem tem um filho de 4 anos, o cineasta badalado pelo sucesso Cisne Negro afirmou que não gostaria de ficar tanto tempo longe de sua família - o filme deve ser gravado no Canadá e no Japão. The Wolverine será ambientado no Japão e o roteiro, que está sendo escrito por Christopher McQuarrie, deverá conter uma subtrama relacionada aos samurais.

Com os recentes problemas no Japão, porém, o projeto começa a balançar. A Fox, produtora do longa, diz seguir engajada no projeto. Em comunicado, apenas desejou sorte a Aronofsky, reforçando também que ainda devem trabalhar juntos no futuro. O estúdio parte em busca de um novo diretor.

Não há data de início para as filmagens, nem estreia prevista para o filme.

Fonte: www.cineplayers.com

Xuxa volta a ter problemas com ‘Amor Estranho Amor’

A apresentadora Xuxa Meneghel volta a ter problemas com o filme erótico que fez em 1982. Amor Estranho Amor está fora do mercado há duas décadas, mas o produtor Anibal Massaini diz que o trato estabelecido sobre a não-circulação do longa foi quebrado.

O produtor afirma que Xuxa não honrou o depósito de US$ 60 mil anuais e nem formalizou data para renovação do contrato de concessão dos direitos, fazendo com que tal contrato esteja oficialmente extinto. A apresentadora entrou com um recurso para que a produção permaneça fora do mercado, enquanto a ação do produtor tramita desde o fim de 2010 no Rio de Janeiro.

Além de conter cenas de nudez de Xuxa, Amor Estranho Amor apresenta também uma cena de sexo com um adolescente. Conforme a atriz solidificou sua carreira como apresentadora, foram iniciados os esforços para abafar a existência e a comercialização do longa.

Fonte: www.cineplayers.com

Drew Barrymore volta à direção

How to be Single, uma comédia romântica sobre a vida amorosa de um grupo de pessoas que mora em Nova York será a segunda incursão de Drew Barrymore como diretora, depois de sua estreia em Garota Fantástica. De acordo com o Hollywood Reporter, a cineasta, mais conhecida como atriz, fará uma parceria entre sua produtora Flower Films e a New Line.

O roteiro parte de um romance escrito por Liz Tuccillo. O projeto seguirá a linha de uma trama cheia de personagens, como visto em Idas e Vindas do Amor.

Liz Tuccillo ja teve um de seus romances levado às telas. He's Just Not That Into You: The No-Excuses Truth to Understanding Guys  chegou aos cinemas como Ele Não Esta Tão a Fim De Você, longa estrelado por Drew Barrymore, dirigido por Ken Kwapis e com roteiro de Marc Silverstein e Abby Kohn

Fonte: www.cineplayers.com

Janet Jackson desenvolverá longa para estúdio independente

Janet Jackson assinou com a produtora Lionsgate  para selecionar, desenvolver e produzir um filme para um estúdio independente. A informação é do site da revista Billboard.

Segundo a publicação, a cantora e atriz de 44 anos considera o cinema como sua primeira paixão e lembrou que sua carreira artística começou como atriz.

Janet lançou sua autobiografia, intitulada True You: A Journey to Finding and Loving Yourself, no começo de março. O livro estreou em primeiro lugar na lista de best sellers do jornal The New York Times.

A irmã do rei do pop ainda viaja pelo mundo com sua turnê de Number Ones: Up Close and Personal.

Fonte: www.cineplayers.com

Autor pode dirigir ‘Orgulho, Preconceito e Zumbis’

A adaptação para os cinemas do romance Orgulho e Preconceito e Zumbis, escrito por Seth Grahame-Smith, continua em sua corrida contra o tempo para encontrar um diretor. O último nome atrelado ao projeto foi Craig Gillespie (A Garota Ideal), ainda em negociações com a Lionsgate. Porém, um novo nome surgiu para competir com Gillespie: o próprio Grahame-Smith.

Segundo o site Collider, o autor demonstrou interesse em co-dirigir a adaptação de seu mash-up  literário, que coloca personagens de Jane Austen lado a lado com zumbis. O escritor trabalharia ao lado de David Katzenberg, filho do produtor Jeffrey Katzenberg. A dupla já trabalhou junta na criação de uma série para a MTV americana.

Além de estar sem diretor, o filme também não tem elenco definido. Sua protagonista, a recentemente oscarizada Natalie Portman (Cisne Negro), foi uma das primeiras a abandonar o barco, junto com o diretor David O. Russel (O Vencedor).

Ainda sem nomes confirmados ou um cronograma para as filmagens, Orgulho e Preconceito e Zumbis deve chegar aos cinemas em 2012.

Fonte: www.cineplayers.com

sábado, 12 de março de 2011

Dois cartazes do filme Warrior foram divulgados.

O filme conta a história de Tom Conlon (Tom Hardy), filho mais novo de um ex-boxeador alcoólatra, Paddy Conlon (Nick Nolte). Tom volta pra casa e é treinado pelo pai para lutar em um torneio de artes marciais mistas, porém isso acaba por colocar Tom em conflito com seu irmão mais velho, Brendan Conlon (Joel Edgerton).

O longa tem direção e roteiro de Gavin O'Connor (Força Policial e Livre para Amar) e o elenco ainda conta com Kevin Dunn, Jennifer Morrison, Denzel Whitaker, Bryan Callen e Noah Emmerich.

O filme chega aos cinemas dia 9 de setembro.

Confira os cartazes abaixo:

sexta-feira, 11 de março de 2011

História do Oscar (1961-1970)

Melhor Filme

1961 – Se Meu Apartamento Falasse
1962 – Amor, Sublime Amor
1963 – Lawrence da Arábia
1964 – As Aventuras de Tom Jones
1965 – Minha Bela Dama
1966 – A Noviça Rebelde
1967 – O Homem que Não Vendeu Sua Alma
1968 – No Calor da Noite
1969 – Oliver!
1970 – Perdidos na Noite

Melhor Diretor

1961 – Billy Wilder por Se Meu Apartamento Falasse
1962 – Robert Wise por Amor, Sublime Amor
1963 – David Lean por Lawrence da Arábia
1964 – Tony Richardson por As Aventuras de Tom Jones
1965 – George Cukor por Minha Bela Dama
1966 – Robert Wise por A Noviça Rebelde
1967 – Fred Zinnemann por O Homem que Não Vendeu Sua Alma
1968 – Mike Nichols por A Primeira Noite de um Homem
1969 – Carol Reed por Oliver!
1970 – John Schlesinger por Perdidos na Noite

Melhor Ator

1961 – Burt Lancaster por Entre Deus e o Pecado
1962 – Maximilian Schell por Julgamento em Nuremberg
1963 – Gregory Peck por O Sol é Para Todos
1964 – Sidney Poitier por Uma Voz Nas Sombras
1965 – Rex Harrison por Minha Bela Dama
1966 – Lee Marvin por Dívida de Sangue
1967 – Paul Scofield por O Homem que Não Vendeu Sua Alma
1968 – Rod Steiger por No Calor do Noite
1969 – Cliff Robertson por Os Dois Mundos de Charly
1970 – John Wayne por Bravura Indômita

Melhor Atriz

1961 – Elizabeth Taylor por Disque Butterfield 8
1962 – Sophia Loren por Duas Mulheres
1963 – Anne Bancroft por O Milagre de Anne Sulivan
1964 – Patricia Neal por O Indomado
1965 – Julie Andrews por Mary Poppins
1966 – Julie Christie por Darling, a que Amou Demais
1967 – Elizabeth Taylor por Quem Tem Medo de Virginia Woolf?
1968 – Katharine Hepburn por Adivinhe Quem Vem Pra Jantar
1969 – Katharine Hepburn por O Leão no Inverno / Barbra Streisand por Funny GirlA Garota Genial
1970 – Maggie Smith por A Primavera de uma Solteirona

Melhor Ator Coadjuvante

1961 – Peter Ustinov por Spartacus
1962 – George Chakiris por Amor, Sublime Amor
1963 – Ed Begley por Doce Pássaro da Juventude
1964 – Melvyn Douglas por O Indomado
1965 – Peter Ustinov por Topkapi
1966 – Martin Balsam por Mil Palhaços
1967 – Walter Matthau por Uma Loura Por Um Milhão
1968 – George Kennedy por Rebeldia Indomável
1969 – Jack Albertson por The Subject Was Roses
1970 – Gig Young por A Noite dos Desesperados

Melhor Atriz Coadjuvante

1961 – Shirley Jones por Entre Deus e o Pecado
1962 – Rita Moreno por Amor, Sublime Amor
1963 – Patty Duke por O Milagre de Anne Sulivan
1964 – Margaret Rutherford por Gente Muito Importante
1965 – Lila Kedrova por Zorba, O Grego
1966 – Shelley Winters por A Patch of Blue
1967 – Sandy Dennis por Quem Tem Medo de Virginia Woolf?
1968 – Estelle Parsons por Bonnie & Clyde – Uma Rajada de Balas
1969 – Ruth Gordon por O Bebê de Rosemary
1970 – Goldie Hawn por Flor de Cacto

A Casa de Pequenos Cubinhos no Youtube

Gente, como eu sei que esse filme não é acessível a todos, então eu resolvi procurá-lo no youtube. Por ser um curta-metragem e não possuir diálogos, me ajudou e muito na busca, pois pude escolher o vídeo de qualquer pessoa que o tenha postado no youtube, independente do país da mesma. E como o Guilherme Zimer ficou interessado eu resolvi postá-lo no blog.

O filme é muito inteligente e comovente, trata-se de um senhor que constrói sua casa de acordo com o acúmulo de água na região em que ele mora, então quando a água começa a subir, ele começa a construir outro cubo em cima do cubo que utilizava como casa, e assim vai indo. Em um determinado dia, seu cachimbo preferido cai até o último cubinho, o que o obriga a descer todas as suas antigas casas, com isso todas as lembranças o voltam a mente. Tudo isso com uma incrível trilha sonora. É um filme sobre lembranças em uma vida, agora, tão solitária. O filme venceu o Oscar de Melhor Curta-Metragem em Animação, em 2009.

Estreias da Semana (11/03)

Corpos Celestes
(Corpos Celestes)

Sinopse: Marcado por um fato em seu passado ao qual deve sua prolífica carreira, o astrônomo Francisco terá de lidar com um dos maiores mistérios entre a insignificância do homem e a imensidão do cosmos: seus sentimentos por Diana, uma moça bem à vontade com o seu lugar no universo.











Doce Vingança
(I Spit on Your Grave)

Sinopse: Jennifer Hills (Sarah Butler) é uma escritora que sai da cidade e vai para uma encantadora cabana na floresta para começar a escrever um novo livro. Mas a presença de Jennifer na pequena cidade chama a atenção de quatro homens, que a estupram, violentam e a espancam, mas antes que eles possam matá-la, Jennifer se joga em um rio e some. Depois de alguns dias procurando por Jennifer, os quatro homens desistem da busca acreditando que ela tenha morrido e sido levada pelo rio. Mas ela retorna e começa sua vingança.






Em Um Mundo Melhor
(Hæven / In a Better World)

Sinopse: Anton (Mikael Persbrandt) é um médico que trabalha em um campo de refugiados em um lugar qualquer da África. Na Dinamarca, seu país natal, estão sua mulher Marianne (Trine Dyrholm) e seus dois filhos, Elias (Markus Rygaard) e Morten (Toke Lars Bjarke). Paralelamente, acompanhamos a história do garoto Christian (William Jøhnk Nielsen) que emigra para a Dinamarca, ao lado de seu pai Claus (Ulrich Thomsem) logo após a morte da mãe. Dois mundos distintos que irão se cruzar.







Mistério da Rua 7
(Vanishing on 7th Street)

Sinopse: A cidade de Detroit está no escuro, graças a um apagão. A população some e a situação de abandono é evidente. Um grupo de pessoas que não se conhecem é o único sinal de sobrevivência. Eles, então, decidem se proteger em uma taberna abandonada, quando percebem que a escuridão fora do esconderijo está pronta para atacá-los e a única chance de ficar seguro é colocando fim às fontes de luz.









Passe Livre
(Hall Pass)

Sinopse: Cansados da rotina de casamentos, Rick (Owen Wilson) e Fred (Jason Sudeikis) recebem um presente de suas esposas: um passe livre que dura uma semana, na qual eles podem fazer aquilo que bem entenderem. Tudo acertado, os amigos resolvem cair na farra. Inicialmente animados, os amigos começam a entender que a vida de solteiro não é tão maravilhosa como eles achavam.









Rango
(Rango)

Sinopse: Rango é um camaleão com crise de identidade que, ao se ver numa cidade do velho-oeste infestada de bandidos, transforma-se sem querer em herói e é forçado a protegê-la. Naturalmente, acaba enfrentando mais dificuldades do que poderia imaginar.












Restrepo
(Restrepo)

Sinopse: Restrepo é um documentário que narra a implantação de um pelotão de soldados dos Estados Unidos no Vale Korengal, no Afeganistão. O filme se concentra num posto avançado com 15 homens chamado "Restrepo", nome de um médico do pelotão que foi morto em ação. Esse posto foi considerado um dos mais perigosos postos militar dos Estados Unidos. Este é um filme totalmente experimental: as câmaras nunca deixam o vale, não há entrevistas com os generais e os diplomatas. O único objetivo é fazer com que os espectadores se sintam como se tivessem passado os 94 minutos em ação no vale. Esta é uma guerra e ponto final. As conclusões são de sua responsabilidade.